o que a gente não queria aconteceu......


Estou aqui com um nó na garganta e uma vonta de chorar que infelizmente não consegui.
Havia comentado aqui que a namorada de um amigo meu havia sofrido um infarto e que estava internada. O caso era grave.. mas infelizmente se agravou mais ainda e ela se foi.
Aos 37 anos o coração não suportou e levou ela para a nova vida dela.
Não há conhecia. Apenas sabia da existência dela e o quanto ele gostava dela (pelo menos é o que ele sempre disse).
Quando soube da notícia hoje cedo, confesso que fiquei parada.
Parada e ao mesmo tempo em viagem há 5 anos atrás quando tive a mema notícia do mesmo motivo.......
Foi como se eu tivesse voltado as páginas da minha existência e por um instante eu pude reviver aquele momento terrível da minha vida quando o Luiz se foi.
Sinto por ela... pelas coisas que ela não fará mais. Sou mais velha que ela, mas nem por isso posso afirmar que tenho feito / vivido mais do que ela. Mas a gente sempre espera que possamos fazer mais, que a gente pode deixar prá depois e ir tocando a vida do jeito que dá! As vezes a gente se esquece da gente e vai indo, indo.. e um belo dia a gente se vai de vez. Pois é, foi o que aconteceu com ela. Está há uma semana sendo amparada pelos nossos amigos espirituais para que pudesse se desligar desta vida terrena. Acredito nisso, que como ela estava em coma, esta semana tenha sido de muita valia para esta passagem.
Mas "falar" é fácil. A separação não é nada fácil. Por mais espiritualizado que sejamos, na hora "H", não há livro que conforte, não existe palavra neste mundo que possa afagar o nosso peito. A não ser DEUS. Este sim. É o único que nos acalma o coração nos melhores e nos piores momentos. Deus é a chave de tudo. Tem tudo e sabe tudo.
Hoje.. fiquei pensando nele e o que estaria pasando na cabeça dele. Passei por isso.. Foi tão difícil. Foi uma dor tão grande que hoje eu vejo e nem sei como consegui superar tudo isso. Tive vontade de morrer de tanta dor. Chorava compulsivamente e não conseguia sequer viver. Sobrevevi durante algum tempo.
E ouvi tanta coisa, que somente depois com o famoso "TEMPO" é que as coisas foram voltando ao normal. O tempo é o Senhor da Razão! Fui entender isso depois de muito tempo.
Naquele momento derradeiro eu fiquei pensando em todos os sonhos, planos, desejos, vontades que acabaram ali naquele dia. Ficou a saudade e a vontade de que poderia ter feito mais. Sei que fiz muito, mais do que queria e até menos do que deveria. Fiz o meu melhor, e faria tudo de novo se possível fosse......
Amei muito. Fui feliz e tenho certeza que fiz o meu melhor para dar a felicidade. Quanto a isso eu durmo tranquila.
Mas os dias foram passando e a saudade ficando. Esta não tem jeito. A dor muda de forma, e a saudade também. Como diria eu mesma "é uma dor que doi muito".. mas passa.. ela se tranforma em boas lembranças de tudo o que foi vivido e depois de um tempo a gente fala sem dor. Não existe mais.
Mas custou prá mim até chegar neste ponto.
Mas acontece que a ferida abre há cada situação parecida ou igual a minha. Fico triste e me sentindo sozinha. O mundo é assim mesmo! A gente não é deste mundo prá sempre e um belo dia a gente se vai. Não sabemos quando, onde e nem como! Vamos...... e sempre ficará o gostinho de quero mais. Só mais uma chance. Deixa eu ficar só mais um pouco! Mas não tem jeito. A nossa hora não espera e temos que partir.
E acredito que quem vá também sinta falta. Não é fácil deixar tudo e seguir um outro rumo na outra vida. Mas este é o caminho. Devemos seguir.
Quando isso acontece, eu fico repensando na minha própria vida e em tudo o que tenho feito. As coisas que deixo de fazer. Os momentos que deixo de aproveitar.
Realmente as mortes tem este dom também. De fazer pensar quem ficar e repensar na vida e de como estamos levando e o que queremos prá nós.
Deus... Só o Senhor mesmo para entender este mistério de vida / morte (nova vida).....
Ainda não somos capazes de entender os seus desígnios e muitas vezes sofremos mais do que precisaríamos. Mas a natureza humana é cheia de imperfeições.
Hoje.. sei da dor que já passei. Sei como será para a família, para os amigos, para ele... as primeiras datas sem ela, os primeiros momentos, tudo é muito dolorido. Mas a vida segue o seu rumo e a gente tem que viver.
Deus é mais do que tudo, e porque não dizer mais do que a morte. Deus é amor e é vida.
Sejamos NEle tudo e mais um pouco.
Ele cuida e acalma os nossos corações apertados e sofridos.
Ele é o nosso bálsamo na dor e em todos os momentos.
É momento de reclusão e reflexão!
A vida é muito boa para ser desperdiçada!
Vamos em frente, mesmo que doa! Temos um propósito e precisamos cumprí-lo.
Deus seja por todos nós!
beijos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

mundo globalizado