Incompatibilidade momentânea!

Me ocorreu uma situação na sexta-feira a noite que está me fazendo pensar e repensar em um monte de coisas em relação as amizades que tenho.
Como diria uma amiga "para ser amiga temos que passar por cima de muitas coisas". Tudo bem que ela sempre dizia isso em tom de bricadeira frente em alguma situação no grupo, mas hoje consigo ver que realmente tinha uma profunda verdade em tudo isso.
Realmente cada ser humano tenta fazer prevalecer a sua opinão, vontade e forma de ser e nem sempre ou melhor quase nunca é assim.
Mas por outro lado a gente tem que ser autêntico (minha visão) e estar somente com pessoas ou momentos que nos fazem bem, caso contrário é só frustração ou até uma ruptura na amizade que nem precisaria chegar a este ponto.
Bem, na sexta-feira passada se repetiu uma cena com uma amiga que já faz alguns dias, ou melhor dizendo, em alguns dias algumas atitudes não tem me deixado muito feliz. Não é nada grave, nada que se faça perder amizade, sumir ou coisa do tipo.
Mas gosto das coisas claras e transparentes, não gosto de "esquema". Sabe aquela coisa de vc sair para tomar uma cerveja e ai a gente encontrou uma amiga de bar e elas ficaram com gracinhas de adolescentes, e torpedinhos e ligações fora da mesa, cada hora uma que sai. Nossa, eu não tenho 15 anos e oha que neste grupo sou a mais nova com 41,5 anos. Isso me irritou de uma tal maneira, e sem contar que eu tentei manter um dialogo, não cabeça, mas foi impossivel. Sabe aquela coisa de ter que ficar repetindo as coisas porque a pessoa simplesmente nao está nem ai contigo.
Cada um faz o que quer, e eu sei bem o que eu não gosto.
Deste tipo de saida eu não gosto e nunca gostei. Não estou pedindo fidelidade, longe de min, mas se vc quer sair para "caçar" e esquemas igual adolescente, me inclua fora desta. Não preciso disso e não gosto.
Enfim, já foi!
gosto da minha amiga e nem por isso as coisas vão mudar, ou melhor, neste esquema de buteco no more.
bj

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não Nascemos Prontos - Mário Sérgio Cortella