sabadão

E não é que a chuva veio...
E o bafo também
Mas aki estou eu escutando música, ventilador ligado, cachorro desmaiado pelo calor, mas um belo cappuccino porque vício é vício mesmo.
Esta semana de passagem de ano foi meio tumultuada e tive momentos de sentimentos ambíguos e confusos. Uma vontade doida de largar tudo e sumir do mapa.. ficar sozinha.... sei lá... pura TPM grau 1000
Resolvi dar um chance ao meu coração e a minha vida
Tive que me render a várias coisas e também aos meus milhões de preconceitos e finalmente me aceitar.
Aceitar a minha condição. A minha vida.. a minha solidão. Enfim.. se estou aki tem um motivo e razão. Passei anos atrás de tantas coisas que nunca me pertenceram e não irão e sofri a toa.
Quis ter dinheiro, fama, poder, e tantas outras ilusões.....
Sabe, de longe todos são lindos e normais.. mas quando chega perto a gente pode ver a verdade. Tudo igual. Temos todos os mesmos sonhos e vontades, desejos e fantasias.. Porque relutamos tanto? Prá que correr atrás de algo que já sabemos que não fazem parte de nós?
Tem algumas coisas que me diferem de outros e outras tantas que me faz igual a outros e isso também é igual a todos.
A vida passa e a gente fica tentado acertar e acertar.. e porque não errar também? Vamos em frente.. a vida está ai
Quero e vou levar a minha vida mais leve a partir deste ano. Foram necessários muitos anos. Mas a minha palavra para este ano é PAZ.
PAZ para ser feliz, para viver, para amar... enfim... ser livre
A vida me mostrou tanta coisas nos últimos anos que não foram necessários muitos dos 40 para aprender tanta coisa em tão pouco tempo.
Vamos em frente.. a vida é um presente que tem prazo de validade e não sei quando o meu vence.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não Nascemos Prontos - Mário Sérgio Cortella