Muitas vezes o melhor a ser feito é ficar de boca fechada!


Luciana Bitencourt • 19 de abril de 2017

Muitas vezes o melhor a ser feito é ficar de boca fechada, a energia quando não é aproveitada de maneira correta se dissipa.

Quando algo extraordinário acontece na vida de algumas pessoas, o que elas mais querem é contar o ocorrido do Oiapoque ao Chuí. Isso muitas vezes não ocorre por vaidade, mas pela vontade de compartilhar tal felicidade.
A alegria é tão grande que transborda, e a pessoa acredita que todos ficaram tão felizes quanto ela. Porém, nem sempre isso ocorre. Você conta, se entusiasma, espalha para todos sua felicidade e quando percebe, as coisas parecem não estarem indo mais pela mesma direção. De repente tudo muda, o que parecia perfeito já começa a dar defeito, e o indivíduo já não entende mais nada.
Talvez, seja difícil, mas muitas vezes o melhor a ser feito e ficar de boca fechada, pelo menos até que as coisas na sua vida engrenem de verdade. As vezes quando a energia não é aproveitada de maneira correta ela se dissipa.

Muitos desejam ter exatamente o que você tem, nem que isso seja o entusiasmo de lutar por seus objetivos e o desprendimento de ir e vir. Cair mil vezes e levantar dez mil, acreditando que todo dia é dia para recomeçar, são para os que têm fé, determinação e coragem. Nada é fácil, mas o impossível é algo distante na vida dos que querem alcançar suas metas. Isso não quer dizer que os persistentes não tenham seus altos e baixos, afinal isso faz parte da vida. Porém, eles sabem que não é preciso esperar o primeiro dia do ano, do mês, ou da semana para dar início ao novo, ou simplesmente modificar algo que não esteja indo bem.

Talvez, isso cause uma certa irritabilidade em algumas pessoas, já que para elas, sempre foi mais fácil reclamar de tudo e de todos. Com certeza alguém já teve um “amigo” inconformado com tanta persistência alheia. Isso acontece porque eles não têm a coragem que o outro tem, e quiçá inconscientemente sejam frustrados. O medo que o colega ou amigo chegue onde eles acham impossível chegar lhes causa um certo desconforto. Seja mais prudente e cauteloso na hora de compartilhar suas alegrias, ideias e vitórias. Infelizmente os vampiros de energia existem, e talvez estejam mais próximos do que imaginamos.
Não deixe que esse tipo de energia afete seu otimismo e obstinação em alcançar o que você por direito divino merece ter. É importante continuarmos acreditando nas boas pessoas. Você ser a inspiração ou ter se inspirado em alguém é bonito, nobre e gratificante, isso te impulsiona a ser cada dia melhor. Porém é importante abrir os olhos para a realidade, e começar a perceber a diferença entre admiração e inveja. Quem te admira, te respeita, já o invejoso é sempre negativo e suas críticas nunca são construtivas. Ele é digno de pena, mas você não é obrigado a alimentar sua obscuridade, AFASTE-SE deles. Os invejosos adoram criticar os outros, mas no fundo o que eles queriam é ser, ter, e fazer  exatamente o que o outro é, tem e faz.
Entretanto, não pense que tudo que deu errado para você é inveja de terceiros, lembre-se, você não é o centro do mundo. Apenas observe mais as pessoas com quem você se relaciona. Fale menos a respeito dos seus projetos e de sua vida para quem não merece saber. Continue canalizando sua energia para o bem, acredite que tudo dará certo, enfrente os obstáculos com a mesma obstinação e garra de sempre. Só não seja ingênuo e guarde o melhor para dividir com quem de fato merece.
___________


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida é feita de pausas.......

coração partido